quinta-feira, 4 de julho de 2013

O sol é um cabrão!

Boa noite caros alimentos post-mortem para formigas e baratas e aqueles bichos todos que nos sugam a lápide. Será que, se aqui onde estou está lua cheia, do outro lado do mundo está lua nova? Será que em cada canto oposto à rua dos lares de idosos há bares de strippers? Essas contradições seriam engraçadas. Por exemplo, quem mata um vivo fica vivo e o vivo morto. Não é genial? Que cômodo levar com uma machadada nos cornos...

1) Prazer genital: então o calor continua. o sol deveria explodir de uma vez e cair todo ele na casa do esquizofrênico porque ele é um cabrão. se o esquizofrênico alguma vez usufrui-o de prazer genital tenho pena da coitada. mas há coisas estranhas que acontecem, como a anã que vi a entrar no metro no outro dia de saltos altos. está bem, queres crescer, mas esses saltos altos é coisa para gente grande e ficam-te pior que essa cabeça minúscula que tens em cima dessa coisa a que chamas pescoço.

2) A anormalidade do Senhor Veiga. Não conheço nenhum Senhor Veiga. No outro dia estava a falar com o Eduardo ao telemóvel e uma preta ficou a olhar para mim. Bem, eu vim de Lisboa e estava no comboio com uma guitarra. E depois aparecem 3 pretas que se sentam à minha beira e a preta da minha frente está com os pés de encontro à guitarra. Eu olho para a guitarra preocupado e a gaja pensa que olho para ela e responde na mesma moeda. Então, eu estou ao telemóvel a falar com o meu amigo e a cabra mete-me os olhos em cima. Ela saiu do comboio antes de mim e espero que tenha caído na linha.

3) Água da Nascente. Uma família de canibais pode chamar pizzaiolo ou rabanada ao filho, por exemplo. Ou, imaginemos, chamar o filho para o almoço: - Strogonoff, o teu vizinho já está na mesa! Eu acho que sim, que devemos dar essa liberdade às pessoas, se elas são canibais, que sejam. Prefiro um canibal a bater-me à porta do que uma testemunha de jeová. E tenho um enorme respeito pelas testemunhas de jeová. Sim. Sim, elas que ardam no inferno!

Saudações calorosas,
Dioguinho.

1 comentário:

John L.S. disse...

Então não é mais Blog do Otário, agora é "blog do DIOGUINHO"! Cara,sempre procuro-te para ler, mas agora demorei um pouco mais, e enfim, achei-te outra vez. Acho a tua escrita inteligivelmente clara e evidentemente transparente. Existem aqui imagens que nauseiam qualquer gajo (pelo menos eu); porém, a tua característica peculiar é inerente a tua particularidade. Não sei até quando, mas vou ficar por aqui... Um abraço!